Mostras Mazzaropi e Infantil compõem a programação audiovisual do Festival de Inverno 2019

Julho 20, 2019

Divulgação

 

Texto: Carolina Carvalho

 

A Curadoria Audiovisual escolheu Amácio Mazzaropi para homenagear durante o Festival de Inverno deste ano. A Mostra Mazzaropi, com diversos filmes do artista, está sendo apresentada no Anexo do Museu da Inconfidência, em Ouro Preto, desde o dia 9 de julho. O espaço também recebe uma mostra com uma programação especial para a criançada. A curadoria é de Lâne Mabel Soares e Evandro Medeiros. As exibições são promovidas pelo Cine Vila Rica e estão na programação oficial do Festival.
 

A Mostra Mazzaropi acontece durante todos os dias da semana com entrada gratuita. Mazzaropi, um dos nossos grandes cineastas, estaria completando 107 anos. Ator, comediante e diretor, retratou em sua narrativa o jeito simples e desconfiado do caipira. Atuou no circo, no rádio na TV e, por fim, no cinema. Foi nas telonas que estreou como ator e progrediu até se tornar seu próprio produtor, diretor e distribuidor, de maneira independente. Suas produções abordavam, com um toque especial de bom humor, temas sociais que são discutidos até hoje, como racismo, religião e política.

Evandro Medeiros, curador da Mostra Mazzaropi e atual coordenador do Cine Vila Rica, diz que a mostra tem o apoio do Museu Mazzaropi, localizado na cidade de Taubaté, em São Paulo (SP).  Para ele, trazer a Mostra para Ouro Preto é poder apresentar para a comunidade o cineasta e sua obra. “Mazzaropi é um patrimônio do cinema nacional, o primeiro grande sucesso do nosso cinema, primeiro blockbuster do cinema brasileiro, queríamos prestar essa homenagem”, comenta.

Outro fator que motivou a escolha de Amácio Mazzaropi foi a conexão com a cultura sertaneja e caipira, ligada ao o tema “Diálogo com os Sertões das Gerais”. “Mazzaropi tem relação com essa atmosfera de Brasil rural, que remonta à ideia de um patrimônio cultural imaterial. Essa ambiência rural dialoga com o que interessa ao Festival deste ano, conforme a ideia das Cavalhadas, mais ainda com os Sertões das Gerais. De certa forma, a obra tem uma relação com a cultura dos tropeiros, do cavalo. Encontramos esses pontos de aproximação que foram o suficiente para fazermos essa opção”, justifica.

Em Ouro Preto, foram exibidos sucessos como “O Jeca Macumbeiro”, “Jecão, um Fofoqueiro no Céu” e “O Corintiano”. O Cine Vila Rica, atualmente, está funcionando no Anexo do Museu da Inconfidência, uma parceria firmada desde que o prédio histórico do cinema foi fechado para revitalização. “Para nós, é muito importante estar na programação oficial do Festival, porque nós somos UFOP, somos parte da universidade, um braço que está diretamente ligado à comunidade de Ouro Preto. Nós atendemos, diariamente, pessoas da comunidade que buscam por cultura cinematográfica”, analisa Evandro. Para ele, ainda, estar no Festival de Inverno 2019, é uma forma de resistência. “O cinema já é especialista em resistência, porque trabalha resistindo há muito tempo, e tem muito a oferecer ao evento nesse sentido”, conclui.

Infantil — A Mostra Infantil tem um caráter bem diferente da ideia da Mostra Mazzaropi. Normalmente, fora do período de recesso escolar, o Cine Vila Rica já possui exibições de filmes infantis em todos os fins de semana e feriados. Isso porque ele é o único cinema em funcionamento da região e, como não possui cunho comercial, tem o objetivo de criar uma cultura cinematográfica na comunidade de Ouro Preto, já que os cinemas mais próximos ficam a mais de 90km da cidade. Assim, aproveitando a programação do Festival de Inverno e as férias das crianças, o cinema exibe, durante todo o mês de julho, filmes que fazem sucesso entre a garotada, como “Meu Malvado Favorito” e “Dumbo”.